[Resenha] Soldier - Leal até o fim

sexta-feira, setembro 18, 2015

Título: Soldier - Leal até o fim
Título Original: Soldier dog
Autor: Sam Angus
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2015
Páginas: 248
Nota: 


"O cão deve querer estar com você. Se ele quiser estar com você, então ele será leal, corajoso e honrado. Não é só isso: ele vai ser impulsionado como se por uma espécie de magnetismo, atravessando em meio às bombas caindo, através de furacões de fogo e de campos com tanques se deslocando, pelo seu desejo de estar com você. Se ele o amar, vai correr para casa, para você, mesmo através de nevascas de estilhaços de ferro."

Tom Ryder, ao ser convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A mãe deles morrera recentemente e o pai, Da, mudou completamente de postura. A única alegria do garoto passou a ser os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, Da fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos. Stanley acaba se apegando muito a um dos filhotes, a quem chama de Soldier e, ao notar o sumiço de seu queridinho, culpa o pai pelo ocorrido e foge de casa em busca de Tom. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. E somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha.

Dei 5 estrelas pra essa obra porque, primeiramente, me identifiquei com Stanley. Assim como ele, também sou completamente apaixonada por animais, e a história (baseada em uma real!) me comoveu de tal forma que me senti extremamente apegada ao livro. Antes de começar a lê-lo, achei que a leitura me lembraria de Marley & Eu, e de fato isso aconteceu (não considere isso um spoiler, porque não é), só que em parte. Este é um livro muito mais pesado, tratando dos horrores da guerra, mas os cachorros que aparecem, principalmente aqueles com quem Stanley é designado a trabalhar, mostram um companheirismo de emocionar qualquer um... não é a toa que o subtítulo é "Leal até o fim".
As partes mais tristes da história, em minha opinião, foram as que falavam sobre os cães mensageiros da guerra - que corriam os mais graves riscos de vida para poder entregar as mensagens que lhes eram dadas pra depois voltar correndo, por amor, para os braços do dono. E por isso esse foi um dos livros em que mais chorei esse ano, de verdade. Depois que terminei a leitura, abracei forte minha cachorrinha e quase me afoguei em lágrimas. E não chorei apenas por causa dos animais, mas também pelos soldados e suas famílias. A realidade do que foi a guerra me atingiu como um soco no estômago, causando dor e tristeza. Soldier é para refletir e agradecer pela segurança de seus animais de estimação e de sua família no presente... Porque a brutalidade das batalhas não é de se desejar nem ao seu pior inimigo.
Além de tudo isso, a narrativa é em terceira pessoa que, neste caso aqui, encaixou-se muito bem. Também adorei a escrita de Sam Angus, que me emocionou, me assustou e me proporcionou todos os sentimentos possíveis. E, puxando um pouco de saco da Editora, achei a edição bem caprichada, hehe. Parabéns novamente, Novo Conceito!
Enfim, espero que vocês leiam este livro e se emocionem assim como eu me emocionei. E QUE ISSO ACONTEÇA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL, OK?! Obrigada, de nada.

Até a próxima!
Xoxo

You Might Also Like

2 carinhos.

  1. Oláaa!!
    Amei a resenha, e fiquei muito mais curioso por lembrar Marley & Eu, já que é um livro ótimo...
    Parabéns pelo o blog, amei muito! Abraços!

    livrosesugestoes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!