[Resenha] A Caçadora de Bruxos #1

terça-feira, agosto 23, 2016

Título: A Caçadora de Bruxos #1
Título Original: The Witch Hunter
Autora: Virginia Boecker
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 308
Nota: 

"- Use seu discernimento. Isso é muito importante. Faça o que parecer certo para você, em qualquer circunstância em que se encontre, mesmo que esta lhe pareça improvável ou mesmo impossível. E tenha fé. Todo o restante será consequência."


     Sempre bom começar dizendo quando uma leitura surpreendeu ou não. E, bem, essa não me surpreendeu tanto assim, mas de qualquer maneira a história foi um pouco além do que eu imaginava antes de começá-la. De primeira a sinopse me agradou, e a narrativa não ficou tanto na mesmice... não foi apenas mais uma história de magia, sabe? No fim, foi uma boa leitura.
     Então, vamos a um resuminho: Na Ânglia do século XVI, a magia é ilegal e quem a pratica é queimado na fogueira. Por isso existem os caçadores de bruxos do rei: para localizar e capturar Reformistas, rebeldes suspeitos de praticarem feitiçaria, pra serem punidos conforme manda a lei. Elizabeth Grey é uma das melhores no ramo, até que, inexplicavelmente, ela acaba presa por ser acusada de praticar o que ajudava a erradicar. A salvação, porém, acaba vindo na forma de seu maior inimigo: Nicholas Perevil, o mago mais poderoso e procurado de Ânglia. À medida que Elizabeth se associa aos Reformistas, suas crenças na legitimidade da proibição da arte da feitiçaria são abaladas. Ela se vê em meio a uma contenda política de proporções épicas e percebe que seus antigos aliados agora são seus inimigos mortais. A partir daí, Elizabeth deverá decidir de qual lado está sua lealdade. Será que ela está pronta para isso?
     No início da leitura, achei que a narrativa iria se desenrolar de uma certa maneira, mas depois vi que eu estava enganada (como eu disse, não foi apenas mais uma história de magia). Elizabeth Grey me conquistou com sua ousadia e determinação. Ela perdeu os pais muito nova, e sua única família passou a ser seu amigo Caleb, por quem demonstra muita gratidão, tanto por ter cuidado dela quanto por tê-la ajudado a se tornar a segunda melhor caçadora de bruxos, perdendo apenas para ele.
     Enfim, eu me sentiria dando muitos spoilers se eu contasse mais alguma coisa da história, porque a graça é você ir desvendando todos os mistérios impostos pela autora no tempo dela. Os Reformistas guardam sim seus segredos mas, acredite, todos os outros personagens guardam os seus...
     A narrativa em primeira pessoa me agoniava em certos momentos, mas de um modo positivo. Adorei a adrenalina que eu senti, e isso foi graças à ótima escrita da autora. O livro não ficou maçante em nenhum instante, e nem achei nada exagerado. Foi tudo na medida: romance, suspense e tudo o mais. Aliás, falando em romance, o triângulo (quase quadrilátero) amoroso não se demonstrou clichê (a meu ver), o que achei muito bom devido ao gênero do enredo.
     Bem, depois de muito blábláblá, devo dizer que, afinal, o livro me proporcionou uma boa leitura e eu o indico a quem está à procura de histórias diferentes e incríveis. É uma narrativa cheia de mistérios, e espero que vocês curtam desvendá-los assim como eu. Beijos!

You Might Also Like

3 carinhos.

  1. Oiiii Maria Alice

    Amo fantasias, e essa época em que a história é ambientada super me chama a atenção pq não me lembro de haver leido nada assim. Amei a personalidade da protagonista e o romance para nada clichê me convence a dar uma oportunidade à essa leitura.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. Oi, Maria!
    Nossa, tô vendo tantas resenhas legais desse livro que tô quase enlouquecendo pra comprar! Amo histórias de fantasias assim e quando tem bruxos, ainda mais! Adorei a resenha :D
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
  3. Olá, Maria!
    Tudo bem?
    Bom, esse livro eu realmente não tenho interesse em ler. Não sei se é parecido com o filme, mas eu assisti ao filme o caçador de bruxas e n gostei nada!
    Então, sei lá... rs. Deixa para outra hora.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!