Tag: Book Cake

sexta-feira, setembro 05, 2014

Oi, leitores! Vi essa tag no blog Bibliophiliarium hoje e não resisti, tive que postá-la, hehe. Ela se chama Book Cake e é uma delícia (literalmente!) haha. Espero que gostem!

                       

01. Farinha: um livro que foi um pouco lento para começar, mas que realmente conseguiu te prender.
Feche bem os olhos, de John Verdon. (resenha aqui)
Meu melhor amigo me deu esse livro de aniversário ano passado (ou retrasado), e confesso que em nenhum momento senti vontade de lê-lo, hehe. Mas um belo dia peguei ele da minha estante e pensei "ah, quer saber? vou ver se esse aqui é mesmo tão bom quanto dizem", e aí comecei a ler. No início até pensei em abandonar a leitura, porque tinha achado a história meio morna, mas umas 100 páginas pra frente o suspense engatou de vez e quando eu terminei fiquei sem saber o que fazer da minha vida. (Sinal de que o livro é bom, certo?) Recomendo!




02. Margarina: um livro que tem um enredo muito rico e bom.
O Caçador de Pipas, de Khaled Hosseini. (resenha aqui)
Não sei vocês, mas eu acho essa história fantástica. Khaled Hosseini conseguiu escrever um livro que fosse não só bom como também uma lição de vida. Os ensinamentos que essa obra traz não são poucos, e todos deveriam lê-la algum dia.







03. Ovos: um livro que você pensou que ia ser ruim, mas na verdade achou bastante agradável.
A menina que roubava livros, de Markus Zusak.
Acreditem se quiser, mas um dos meus livros favoritos era apenas mais um que eu achava que seria um fiasco. Comprei essa obra no sebo (por causa do preço) e comecei a ler sem nenhuma expectativa, mas depois que a leitura terminou eu literalmente mordi a língua, porque o livro é maravilhoso. Pena que virou modinha.






04. Açúcar: um livro açucarado / doce.
Diário de uma paixão, de Nicholas Sparks.
Antes de mais nada, vou logo dizendo que não sou fã de romances muito melosos, e que esse livro eu peguei emprestado da Natália já faz uns dois anos.
Tá, eu até que gostei da leitura, mas achei a história muito doce e não derramei nenhuma lágrima sequer por ela... Ao contrário do filme, que cheguei a ficar com os olhos inchados de tanto chorar.






05. Glacê: um livro que cobre cada elemento que você gosta em um livro (momentos engraçados, de ação, tristes, etc).
A Esperança, de Suzanne Collins.
Preciso realmente falar algo sobre esse livro?
Além de ser o último volume da minha trilogia mais que amada, a história é uma das mais lindas que eu já li. Eu ri, chorei, sorri, fiquei angustiada, com raiva, chorei de novo, e chorei mais ainda. Alguns personagens que eu amo morrem nesse livro (não considerem isso como spoiler), mas não tem como guardar rancor da Collins, porque o desfecho que ela dá à série é simplesmente maravilhoso.





06. Polvilho: uma série de livros que você pode recorrer para se sentir bem quando você está se sentindo para baixo.
Harry Potter, de J. K. Rowling.
Eu li HP quando eu tinha uns 12 anos de idade, numa época cheia de problemas familiares. Como eu era nova, me senti muito mal com tudo o que estava acontecendo, e depois de começar a ler a série devo dizer que foi como se todos os meus problemas tivessem evaporado... Então posso dizer, por experiência própria, que Harry Potter faz com que você se sinta bem mesmo quando a sua vida não está.






07. A cereja do topo: seu livro favorito deste ano até agora.
Se eu ficar, de Gayle Forman.
Ainda não terminei de ler esse livro (deve ser porque estou sem coragem de chegar no final da história, pois ela é bem triste), mas acho que posso dizer que ele é o meu preferido de 2014 até o momento. Quando eu terminar de lê-lo, posto uma resenha aqui no blog falando tudo o que achei dele e porque ele merece ter um lugarzinho especial na estante de cada um.






Enfim, é isso! Depois de assar, é só levar à geladeira e deixar gelar por alguns minutinhos... Hehe.
Espero que tenham gostado da tag, adorei fazê-la!
Beijinhos, e até a próxima

You Might Also Like

0 carinhos.

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!