O que eu penso sobre... Livros que mudam vidas!

segunda-feira, junho 20, 2016

   Olá pessoal, tudo bom? Hoje vim trazer um post diferente de todos que já passaram por aqui no blog e espero que vocês leiam e gostem.
   Quero começar com uma pergunta: como um livro se torna o favorito de vocês? Como vocês escolhem que realmente amam aquele livro? 
   Um livro se torna meu favorito quando ele muda algo em minha vida, seja no modo de ser, agir, de pensar e até de ver o mundo ou uma determinada coisa. Quando alguma passagem ou até mesmo o contexto todo, muda alguma coisa na minha vida, quando ele mostra um significado, esse livro se torna um dos meus favoritos.

   Um dos meus livros favoritos é o Uma Vida para Sempre, da Simone Taietti, parceira do blog. Li esse livro ano passado (resenha aqui) e ele se tornou um dos meus favoritos. Eu já li diversos livros que falam sobre doenças, como A Culpa é das Estrelas e alguns do Nicholas Sparks, mas nenhum deles tinha me mostrado a seriedade de uma doença até eu ler Uma Vida para Sempre.
   Como falei na minha resenha, nesse livro os personagens "se reúnem para falar aos outros (e para ouvir os outros) sobre a importância de ajudar ao próximo doando sangue e medula óssea." E aí eu parei tudo e percebi que não adianta nada eu ler livros que contam histórias tristes de pessoas com leucemia, câncer ou outra doenças se eu não fizer nada para ajudar quem realmente precisa na vida real.
   Enquanto estou lendo livros assim e chorando, pode ter alguém morrendo ou passando muito mal por precisar de sangue ou de alguma medula compatível. Quando me dei conta disso, pensei "Alguém pode estar precisando de mim nesse momento, e eu preciso ajudar".
   No final de abril completei 18 anos e eu queria muito colocar um piercing e fazer o terceiro furo na orelha. Mas quando fiz 18 anos, lembrei que eu não precisaria de autorização de ninguém para poder ajudar ao próximo e que se eu fizesse tanto minha vontade, teria que esperar um ano para poder doar. Então larguei pra trás minha vontade de mudar minha aparência, meu pavor por agulhas e minha ânsia de sangue pra poder ajudar quem precisa.
   Conheço muitos amigos que sentem essa vontade de doar sangue mas perdem a coragem por medo da agulha, por medo do sangue. Eu também tenho esse medo, essa agonia. Já perdi as contas de quantas vezes vomitei, desmaiei ou me senti muito mal quando vi sangue (meu ou dos outros) e quando alguém ia furar minha pele, mas a vontade de doar era muito maior que esse sentimento ruim. 
   Eu tomei todos os cuidados possíveis, quase todo dia repassava na mente tudo o que eu teria que esperar, tudo o que eu teria que abrir mão pra me tornar útil pra alguém, pra poder salvar uma vida. Abri mão de várias coisas e vou continuar abrindo se for preciso pra eu continuar ajudando.
    Doar sangue não dói, o sangue que você doa é reposto pelo seu próprio corpo em algumas horas e os nutrientes em alguma semana, mas isso não faz falta para nosso corpo. É retirado no máximo 500ML de sangue e temos mais de 3,5 L cada um.
   Não sei o real motivo de eu estar escrevendo isso, só quis desabafar e tentar motivar vocês a doarem também. É um gesto tão simples que pode ajudar muita gente.
   Ahh, além de doar sangue, me cadastrei no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME) e espero que, assim como meu primo que doou sua medula nesse último final de semana, eu encontre alguém compatível para fazer a doação. ♥ 
   Enfim, espero que se vocês estavam com desejo de ajudar, eu tenha dado uma força e que vocês também possam se tornar heróis. Se você não doa sangue por motivos de saúde ou de princípios, saiba que você pode ajudar o próximo de outras formas como doando roupas, brinquedos, livros e alimentos para quem precisa. E se você é de São Paulo, saiba que você pode doar o imposto da sua nota fiscal para entidades como a Associação de Medula Óssea (AMEO) ou outras entidades.
   Saiba mais sobre a doação de sangue aqui: Hemobanco / Prosangue
   Saiba mais sobre a doação do imposto da nota fiscal aqui: G1-Globo / AMEO
      Espero que muitos livros mudem a vida de vocês e que vocês mudem muitas vidas! 
   Você gosta de ajudar ao próximo? O que você pensa sobre doações? Deixe sua reposta nos comentários, ela é muito importante para nós! Beijos e até a próxima!

You Might Also Like

19 carinhos.

  1. Nossa que ação linda!! Fico ainda mais feliz por saber que ela foi incentivada por um livro. Parabéns... estou até emocionada. Espero que alguém compatível para receber sua doação de medula, também apareça.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  2. Oi Natália!!!

    Realmente alguns livros mudam a nossa vida! Eu não tenho medo de agulha não, eu preciso é criar vergonha na cara mesmo e doar!!!

    Aliás, excelente post!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nat!
    Tem um tempo que não doo sangue... Primeiro foi por conta da tatuagem, depois por uma série de fatores.
    Dois livros que mudaram bastante minha vida foi Os 13 Porquês e As Vantagens de Ser Invisível.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Eu não podia doar porque sempre fui abaixo do peso, mas gostei da sua iniciativa e vou tentar ir atrás, isso é muito bom! Adorei o post!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii Natália, tudo bom?
    Esse é um pensamento muito bacana! Até hoje nunca doei sangue porque não tenho peso D: É realmente uma ação muito bonita que você faz e o mais legal é que foi motivada por um livro! Fiquei com ainda mais mais de ler Uma Vida Para Sempre <3
    Resenha Atual
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  6. Que coisa mais linda!!
    Eu tenho uma vontade enorme de doar. Tenho um pouco de medo por causa de tantas histórias que já ouvi, mas sei que ajudar o próximo passa por cima de todas elas. Em breve eu espero conseguir realizar essa vontade!

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  7. Muito bonita a sua atitude de querer ajudar outras pessoas, morro de mede de agulhas, mais tenho muita vontade de doar sangue e enquanto meu medo não passa eu ajudo com outras coisas rs, mais ainda pretendo doar !

    Beijos
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Alguns livros nos marcam a ponto de (re)construir a nossa subjetividade. Sei o peso da influência de cada grande livro que li. Gostei do blog, seguindo você, beijos.

    literalizza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Natália,
    Que maravilhosa atitude a sua.
    Tem alguns livros que marcam a gente de uma forma maravilhosa e quando podemos ajudar as pessoas é muito gratificante.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Que lindo o seu post! Eu tenho muita vontade de me cadastrar para ser doadora de medula óssea, mas moro no interior e por aqui não tenho como fazer isso (e não tenho como ir pra capital nos dias de semana que é quando eles fazem o cadastro), mas assim que tiver uma oportunidade, irei.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  11. Oi Natália! Sempre quis doar sangue, mas n posso, sou muito magrinha :'(
    Mas é uma bela iniciativa o seu post, tenho vontade de ler esse livro Uma vida para sempre, principalmente pq curto ACEDE e Nicholas Sparks, haha
    Qnd um livro se torna favorito pra mim? Qnd me identifico com escrita e ideias do autor, qnd me apego aos personagens, qnd me faz refletir, qnd me faz chorar, e assim vai, hahaha XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com
    Ps: tem sorteio rolando no blog ;) #2AnosDeACDH

    ResponderExcluir
  12. parabéns pela iniciativa, doar sangue realmente é salvar vidas bjs :)
    http://lanibelezafeminina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Nati! Parabéns pelo seu lindo gesto de amor ao próximo.
    Por enquanto eu não posso doar por questões de saúde mesmo, mas futuramente assim que for possível irei fazer o mesmo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Natália!
    Que coisa linda esse post e que atitude digna!
    Acho que um livro para ser bom, inesquecível, precisa realmente nos dizer algo para que possamos refletir mesmo, que nos faça querer levar o que foi dito para a vida.

    É preciso que nos toque de verdade e que essa verdade seja convertido em atitudes como a sua.

    Um bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Nat, eu acho linda a sua atitude! Muitos livros falam sobre doenças, e o que nós fazemos para ajudar essas pessoas? Alguns livros mudam nossas vidas e o que fazemos depois com o que aprendemos? Concordo em tudo com o seu post, é preciso atitudes e não se acomodar. Tem muita gente precisando de ajuda.

    Confesso que sua opinião me ensinou muito!

    Beijos,
    https://queremosmaislivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Que coisa mais linda! A autora desse livro ficaria tão feliz de saber que mudou sua vida a esse ponto! É tão bom saber que ainda existem pessoas boas nesse mundo <3
    Quando eu fui doar sangue não pude pois tenho menos de 50kg, não sei se essa regra continua, mas acho que sim, e enquanto eu não puder ajudar desse jeito, eu vou ajudando de outros, sempre tem um jeitinho de ajudar o próximo, né? Amei o post <3
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  17. Excelente post minha linda! *--*
    Tem um livro que me marcou também: Como eu era antes de você.
    Sério, depois de ler esse livro, eu consegui ser mais solidária ainda com o próximo e a ter mais amor por eles.
    Eu pretendo doar sangue, até porque é um ato muito nobre em poder ajudar aqueles que precisam.
    Vou marcar nesse mês de julho para doar, já que estarei de férias e com tempo.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  18. Oi, Natália! Tudo bem? Livros assim são os melhores! Adorei o post, sua iniciativa e o seu relato! <3

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Que incrível Natália! Eu nunca doei sangue... Mas quero fazer sim esse tipo de ação pelo próximo. Acontece que ainda não tive a oportunidade. Meu pai é doador e doa sempre que pode, acho lindo esse tipo de coisa.

    E mais lindo ainda é que um livro te incentivou, né? <3

    beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!