[Resenha] Quatro - Histórias da Série Divergente

quarta-feira, dezembro 17, 2014

Quatro, de Veronica Roth, publicado pela editora Rocco Jovens Leitores, com 271  páginas.

 
"Quero carregar algo que me lembre de que, embora as feridas cicatrizem, elas não somem pra sempre. Eu as carrego para todo lugar a que vou, sempre, e é assim que as coisas são, assim que as cicatrizes são."


Era para essa resenha ter saído ontem, mas minhas compras da Black Friday chegaram, aí eu larguei tudo e fui recebê-los, hehe.
Bom, vamos lá! Quatro, pra quem não sabe, é um livro "extra" da trilogia Divergente que é narrado por um outro personagem - como um spin off (o que eu acho que é). Eu amei tanto esse livro que, para ser sincera, eu não sei como resenhar, mas eu prometi para uma parceria nossa e então eu tenho que cumprir...
O livro traz quatro contos narrados pelo nosso maravilhoso e digníssimo Tobias Eaton, também conhecido como Quatro: "A Transferência", "A Iniciação", "O Filho" e "O Traidor". Diferente do que muitos pensam, ele não conta a história de Divergente pela vista do Tobias, mas sim a vida dele antes de ser um treinador da Audácia, antes mesmo de se tornar da Audácia - ou seja, antes da história de Divergente. Mas não se engane: não leia esse livro sem ter lido os outros três antes porque há spoilers (obviamente).
A Veronica Roth começa o livro contando que quando ela pensou em escrever a história de Divergente, ela começou a escrever pela perspectiva de Tobias... Ou seja, esses contos são os "rascunhos" da maravilhosa distopia que nós temos hoje.
Uma coisa que me deixou chateada, é que são só contos, sabe?, quando poderia ser uma história inteira!! A Roth é incrível e ao mesmo tempo uma chata! Ela tem uma escrita tão maravilhosa e eletrizante, e aí ela resolve escrever um livro mais fino que os outros só pra gente ficar com gostinho de quero-mais </3 Mas okay, tudo bem, melhor isso do que nada, certo?
Apesar de serem contos curtos, são p-e-r-f-e-i-t-o-s, tudo na medida certa, tudo bem emotivo e bem impactante. Tudo faz sentido, tudo complementa coisas lidas nos outros três livros e aí você vai lendo e lendo e não consegue parar e quando termina simplesmente... uau! 
Além dos quatro contos, há também três "cenas exclusivas" que mostram o lado de Tobias em alguns momentos da trilogia. 
Acho que isso é tudo o que tenho pra falar, espero que tenham gostado, que eu tenha ajudado em alguma coisa, matado a curiosidade de vocês ou sei lá. Recomendo à vocês que leiam o quanto antes, porque é realmente MUITO bom!

Mais sobre a trilogia:

You Might Also Like

6 carinhos.

  1. Oi, oi, oi, obrigada! (Fui eu a parceira né?! Rs, vai que tem outra.)
    Adorei a resenha! Já sabia que Divergente deveria ser pela perspectiva do Quatro, mas acho que ficou muito bom assim, com a Tris. É ótimo saber que ele tem ação e a narrativa é igualmente maravilhosa, pois achei que seria mais parado.
    Obrigada pelo esclarecimento sobre o que acontece com a Tris, rs, mas tem alguma coisa depois disso? Quando ele está administrando Chigago e tal?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, foi você sim haha.
      Não vou contar mais nada, vou deixar pra você descobrir quando ler u-u E leia logo, porque é muito bom! Conte pra nós o que achou, depois!

      Beijocas!

      Excluir
  2. Olá!
    Adorei o post muito legal!!
    http://livrosesugestoes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!