[Resenha] A Breve Segunda Vida de Bree Tanner

quarta-feira, abril 02, 2014

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner, de Stephenie Meyer, publicado pela editora Intrínseca, com 190 páginas.


"Desliguei meu cérebro. Era hora de caçar. Respirei fundo, inalando o odor do sangue no corpo das pessoas lá embaixo. Não eram os únicos humanos por perto, mas eram os mais próximos. Quem você caça é o tipo de decisão que se deve tomar antes de farejar a presa."


Pela primeira vez Stephenie Meyer oferece aos fãs uma nova perspectiva do universo de Crepúsculo. Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, Eclipse, somos apresentados ao lado sombrio da saga. Bree vive nas trevas, sedenta por sangue.
Não conhece sua verdadeira natureza e não pode confiar nos de sua espécie. Sua breve história acompanha a semana que antecede o confronto definitivo entre os recém-criados e os Cullen - a última semana de sua existência.


Nunca pensei que iria gostar tanto de uma side de um livro, ainda mais de Eclipse. Eu sou extremamente apaixonada pela escrita da Meyer e a forma dela fazer tudo virar arte. A saga Crepúsculo é muito criticada, sim tem um porquê, um romance clichê que todo mundo sabia que ia acabar no que acabou, porém é tão bem escrito que você nem se lembra que odiava o livro.
Eu fiquei extremamente brava quando este livro saiu. Como que a Meyer escreveu um livro inteiro para uma personagem banal que aparece numas 19 páginas do terceiro volume? Eu já tinha perdido a fé nesse livro antes mesmo de começar a lê-lo mas foi ótimo eu ter lido porque esse breve volume foi épico e com certeza um dos melhores livros da saga.
Bree Tanner é uma recém criada extremamente irônica. O livro é direcionado ao lado "sombrio" que nós não ligavamos tanto até agora. 
A fragilidade da Bree é o que faz o enredo tão cativante, ele é como uma montanha-russa, quando chega ao ponto mais alto - o climax - você já esta obcecado pelo livro e não tem mais volta. Adeus. 
A Bree vive em um lugar onde manipulação, mentira, morte e sobrevivência estão a tona. Ou ela mata ou ela morre. E é isso que te faz querer ler. Será que ela morre? Ou será que ela sobrevive?
Eu nunca senti um ódio tão grande por um vilão tanto quanto eu senti pelo Riley. Além de banana, ele era frio e cinico e eu tinha vontade de ir lá em Seattle arrancar o pescoço dele e atear fogo nele só pra ele parar de aparecer no livro porque olha... QUE VAMPIRO CHATO. (Se achava demais pra ser um recém-criado. Com certeza se achava o Aro do livro)
Falando nos Volturi, eles sabem ser apavorantes com classe já os recém-criados parecem um bando de farofeiros sem classe. Não curti, achei extremamente ofensivo.
Dou um 9 para este livro porque eu o li em 6 horas e não fez nem cosquinha.
Recomendo à todos que gostam de suspense, sarcasmo, irônia e vampiros.

You Might Also Like

0 carinhos.

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!