O que eu penso sobre... A Seleção

quarta-feira, junho 25, 2014

Olá pessoal! Quem me acompanha no Instagram sabe que eu, Natália, passei essa semana lendo a trilogia (ou não) A Seleção. E nossa, esses quatro livros me trouxeram tantas emoções que eu não tenho nem palavras. Nossa antiga blogueira Khatherine já havia postado uma resenha sobre A Seleção (se quiser ler a resenha, e os detalhes da história, clique aqui); minha intenção não é fazer uma resenha aqui, porque hoje eu quero desabafar, contar tudo o que aconteceu desde o momento que comprei esses livros maravilhosos até o momento que acabei. Hoje vou postar um desabafo hehe. Prometo não postar spoilers, caso alguém ainda não tenha lido, então vamos lá. 


Quando recebi meu salário, peguei dinheiro para comprar Harry Potter, porque eu quero MUITO ler HP. Mas cheguei na loja e não tinha então fui pra livraria, e depois de um passeio por aquele pedaço do paraíso, acabei com A Seleção, A Elite, A Escolha e Contos da Seleção nas mãos - como se fossem ímãs, que foram levados as minhas mãos com um passe de mágica. Eu sentia vontade de lê-los, mas tinha outros livros na frente da lista... Então depois de alguns dias, comecei a ler A Seleção e cada palavra me puxou pra dentro e aí já era, estava apaixonada! Kiera Cass escreveu a segunda melhor "série" na minha opinião. Cada palavra, cada frase, transmitia uma porção de sentimentos e eu não conseguia parar de ler. Logo no início, a história me puxou pra dentro e eu já estava me sentindo a própria America. Meu coração parava nos momentos mais tensos, eu prendia a respiração quando estava nervosa, chorava nos momentos que a America chorava e ria quando ela se divertia. Até parecia que era eu que estava lá dentro do livro hehe.



Esses livros mudaram minha vida. Nunca mais um botão, um pote com moedas, chicotes, coroas, vestidos, cartas, joias, fotos, cicatrizes serão a mesma coisa. Tudo terá um sentido por trás, e acho que amo essa ideia.
Amei o Aspen, odiei o Aspen, odiei o Maxon, amei o Maxon, quis bater na cara dos dois, dar um tiro no rei Clarkson, estapear a Celeste, a Kriss, a Elise, quis proteger a Marlee, bater na Lucy, ter uma irmã como a May, matar o Kota, e principalmente socar a cara da America, porque ela conseguiu me tirar do sério muitas vezes. Ela complicava as coisas mais simples, fazia cada burrada, e acho que foi por isso que eu me identifiquei tanto com elas (às vezes também sou muito impulsiva). E como disse seu pai, America é uma garota boa. Imperfeita, mas boa. E eu a amei por isso também. Apesar das dificuldades, ela não perdia sua coragem, muito menos perdia seu caráter - não se importou tanto com o que pensavam dela e fez o que acreditava que era certo. Foi contra as regras, as leis, o rei, mas mesmo assim fazia o que achava que era pra ser feito.
Mal terminei um livro e já comecei o seguinte, porque é impossível parar. Eu me senti completamente apaixonada pelo Aspen, e pelo Maxon (principalmente quando li Contos da Seleção, que traz dois contos pelo ponto de vista do Aspen e do Maxon). Eu sempre achei que príncipes fossem uns babacas, mas depois de conhecer o Maxon, ah o Maxon, eu quis um príncipe pra mim. Sua devoção, seu carinho, me deixou boquiaberta, me deixou com vontade de ter um amor assim - que não desiste de lutar. Mas príncipes não existem, por isso eu também aceito guardas como Aspen, corajosos, lutadores, batalhadores. No início eu era team Aspen, porque o Aspen já tinha um laço com a America que eu acreditava ser impossível de desfazer. Mas agora eu também sou team Maxon, porque no final de tudo, ele é O cara perfeito, não tem como não se apaixonar. E também não tem como escolher entre um e outro.


"Descobri que sou um completo fracasso em ficar longe de você. Um problema muito sério." (A Elite)

A única coisa que não me agradou muito foi como A Escolha foi escrito. Foi perfeito? Foi, sem dúvida nenhuma. Mas tudo aconteceu muito rápido. Claro que ela não precisava fazer um livro com 700 páginas, mas achei muito corrido. Muita coisa importante aconteceu em 350 páginas, e no final me deu até um desespero - eu quero mais!!!!!!
Não consegui ler sem comparar um pouco com Jogos Vorazes e Divergente. Há sim algumas semelhanças, não nos fatos em si, mas em alguns detalhes que creio que não foram propositais, o que não importa muito porque A Seleção é realmente MUITO BOM. Kiera Cass fez uma obra magnífica! Além do conteúdo ser maravilhoso e altamente emotivo, adorei os agradecimentos (muito originais) e as capas são perfeitas! O que são aqueles vestidos e aquelas mulheres lindas????  Acho que no Contos da Seleção devia ter o Maxon e o Aspen para termos uma ideia de suas belezas hehe <3
Só sei que agora que tudo acabou, vou rezar para Cass escrever mais alguma coisa, chorar por não ir na Bienal e não conhecer essa rainha, entrar em uma depressão pós-leitura e recomendar A Seleção pra todo mundo!




Se você leu, deixe nos comentários o que você achou da história (preciso conversar com pessoas que me entendem, por favor) ou então qualquer outra coisa que você queira! Obrigada por chegar até aqui e leia A Seleção, se você ainda não fez isso!

You Might Also Like

5 carinhos.

  1. Infelizmente eu ainda não li essa trilogia e não posso te ajudar com a questão do desabafo :'(
    Confesso que esse livro não estava na minha lista de desejos, já comentei isso até em outros blogs, mas depois das coisas que você falou e da forma como você pareceu ter ficado, meu interesse por ele aumentou consideravelmente!!!
    Beijo

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muitíssimo feliz em saber disso! Caso leia, me fale o que achou!
      Muitos beijos!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Terminei os meus ontem, e desenvolvi um amor tão grande por essa trilogia que me dói ter que terminar e deixar esse mundo tão maravilhoso. Kiera me envolveu de tal maneira na narrativa que, no ponto de A Escolha, parecia sentir todas as dores de America, por esse motivo quase alago meu quarto (chorei que solucei) e tudo foi tão rápido! fui Team Maxon desde que ele apareceu na historia por ele ser simplesmente "perfeito".
    E as coisas são assim. O céu é azul, o sol é quente eu eu amo A Seleção para sempre.
    também amo o blog de vcs :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então quer dizer que você também provocou um dilúvio? Haha, somos duas.
      Obrigada por acompanhar nosso blog!
      Bjsss

      Excluir

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!