[Resenha] Perdão, Leonard Peacock

segunda-feira, janeiro 27, 2014

Perdão, Leonard Peacock, de Matthew Quick, publicado pela editora Intrínseca com 223 páginas.



"A chave é fazer algo que marque você para sempre na memória das pessoas comuns. Algo que importe."


Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele vai assassinar o ex-melhor amigo e depois se matar usando a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich.
Talvez no futuro ele conseguisse acreditar que ser diferente é bom, até importante.
Mas não hoje.


Adorei a história (em parte). Mas, sinceramente, achei que o autor "encheu linguiça" em várias partes. Deu a impressão de que a história seria, a princípio, bem curta, mas que o autor queria que o livro tivesse pelo menos 200 páginas, e enrolou pra que isso acontecesse. Apesar disso, posso dizer que a trama foi muito bem bolada; os personagens muito bem desenvolvidos; e a escrita de Matthew Quick possibilitou uma leitura rápida, além de nos fazer vivenciar literalmente a vida de Leonard, devido à escrita em primeira pessoa. Indico o livro à todas as pessoas que gostam de um suspense simples e pra quem busca um livro apenas para passar o tempo.

You Might Also Like

0 carinhos.

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!