[Resenha] Feche bem os olhos

sexta-feira, março 14, 2014

Feche bem os olhos, de John Verdon, publicado pela editora Arqueiro, com 425 páginas.


"Se você pensa que existe redenção para os erros do passado, o presente pode mostrar que você está fatalmente enganado."




Mesmo depois de David Gurney ter se aposentado da vida policial, sua mente investigativa não resiste à uma boa charada. Foi assim com o caso do Assassino dos Números, um ano antes. Agora, a história se repete quando ele é convidado para trabalhar como consultor e ajudar a polícia a desvendar um instigante homicídio.

Jillian Perry, 19 anos, foi morta de maneira brutal no dia do próprio casamento. Todas as pistas apontam para um misterioso jardineiro, só que nada mais na história se encaixa: o motivo, o lugar onde a arma do crime foi deixada e, principalmente, o modus operandi.

A príncipio, David se reluta em aceitar o convite, preocupado em preservar seu casamento, já que sua esposa, Madeleine, é totalmente avessa ao seu envolvimento em qualquer assunto policial. Porém, recusar-se a participar da investigação seria ir contra sua essência e ele acaba se convencendo de que não conseguirá dormir em paz enquanto o criminoso estiver à solta.

Quando começa a entrevistar parentes e conhecidos de Jillian e a avançar no caso, fica claro que o assassino é não só mais inteligente e implacável do que ele esperava, como também destemido o suficiente para atacar seu ponto fraco. Gurney terá que pensar além das evidências para desvendar o quebra-cabeça mais sinistro com que já se deparou.




Já resenhei um livro de John Verdon aqui no blog, Eu sei o que você está pensando, primeiro livro do autor à que a sinopse se refere. Feche bem os olhos é, na minha opinião, tão bom quanto o outro. Ambos são intrigantes e cheios de charadas aparentemente indesvendáveis.

Bem, voltando o foco para este livro em questão, achei que o enredo foi muito bem elaborado por Verdon, que soube descrever as cenas e os personagens com habilidade. Nada de detalhes maçantes ou caracterizações que deixam a desejar. Além disso, a narrativa em terceira pessoa permite à quem o lê uma história mais abrangente, mostrando o ponto de vista de David Gurney, o protagonista, e alguns trechos que são atribuídos ao assassino.

Como todo bom livro de suspense, Feche bem os olhos prende o leitor do início ao fim, e o recomendo à todos os fãs de enredos misteriosos e enigmáticos.

You Might Also Like

0 carinhos.

Deixe um comentário, ele é importante pra nós. Mas primeiro, leia o post, por favor!

Obrigada!